voltar

PROCESSO DE PRODUÇÃO

Processo Produtivo da Cachaça Matriarca

O processo de produção da Cachaça Matriarca envolve várias etapas importantes, são elas: moagem, filtragem, fermentação, destilação, armazenamento, envelhecimento, envase e rotulagem.

Em cada uma delas há pontos críticos que podem ser decisivos para resultar em um produto de maiores qualidades intrínseca e percebida.

Abaixo serão citados os aspectos mais importantes de algumas das etapas:

• Moagem: O tempo ideal para moagem da cana é de até 12 horas após o corte, sendo que nunca deverá ultrapassar 48 horas.

• Filtragem: Processo para a eliminação de impurezas, restos de bagaço e de terra. Utiliza-se também um decantador em conjunto com coador para decantação e filtragem do caldo.

• Fermentação: O caldo da cana pode apresentar teores diferenciados de açúcar em função do tipo de cana utilizado, tornando-se obrigatória a correção da concentração de açúcar por volta de 15º brix, que é ideal para fermentação.

• Destilação: Durante o processo de fermentação é produzido o vinho de cana com baixa concentração de etanol. Para adequar a bebida à concentração alcoólica nos níveis previstos em lei, o líquido é fervido dentro de um alambique. Resultam três frações denominadas: cabeça, coração e cauda. Deve-se utilizar somente o coração (que corresponde a 80% do volume total) que atribui à cachaça as características de bebida artesanal.

• Envelhecimento: A fim de aprimorar o sabor e o aroma da cachaça, atribuindo-lhe características de uma bebida com maior valor agregado, realiza-se o processo de envelhecimento; este pode ser feito em barris de aço inox, que não alteram as características da cachaça, e em barris de madeira de Balsamo e Umburana, que permitem alterações desejadas na cor, no aroma ou no sabor. O Envelhecimento da Cachaça Matriarca dá-se em torno de 2 anos em madeiras nobres.

• Envase e Rotulagem: Findo o tempo de envelhecimento da bebida, a cachaça será envasada. Normalmente são utilizadas garrafas de 680 ml ou de 1 litro de vidro ou de cerâmica, que são fechadas com rolha, tampa metálica ou conta-gotas. Em seguida, o vasilhame é rotulado e pode ser destinado à comercialização.